Podcast: Reflexões da Oceania – Multilinguismo, palavras e meditação – Multilingualism, words and meditation

 

‘Reflections from Oceania – a Portuguese and English bilingual podcast /
Reflexões da Oceania – podcast bilingue de Inglês e Português

Podcasts com tradução imediata, consecutiva. Este modelo de podcast une a prática e a aprendizagem de inglês ao mesmo tempo em que convida a refletir sobre palavras, línguas, literatura e auto-conhecimento. É um meio de você praticar e conferir o que sabe e aprender o que não sabe, minuto a minuto, tratando de assuntos de verdade em vez de ficar ouvindo alguém falar sobre gramática.

Áudios gravados por Cristina Schumacher, a autora dos best-sellers Inglês Urgente! para Brasileiros, Gramática de Inglês para Brasileiros, Guia de Pronúncia do Inglês para Brasileiros, dentre outros.

2o de maio Multilinguismo, palavras e meditação
May 2nd Multilingualism, words and meditation

Qual a relação que há entre falar mais de uma língua – mais de duas – as vivências da meditação, e a compreensão do que representam as palavras? A meditação é uma experiência solitária, em muitos sentidos incomunicável; falar duas línguas ou mais permite muitas vezes compreender um mesmo conceito de mais de um ângulo; o que qualquer palavra significa vai ser sempre em relação ao contexto da cultura daquela palavra, como, onde e quando é usada. Descomplicando: para quem medita e/ou fala mais de duas línguas, as palavras têm o potencial de se descolar do que representam, tornando-se claramente em referencias relativas. Isso, por sua vez, contribui para o conhecimento linguistico, e também, e muito, para o auto-conhecimento.

What’s the relationship between speaking more than one language – more than two – the experience of meditating and the understanding of what words represent? Meditation is a solitary experience, in many senses impossible to communicate; speaking two or more languages often makes it possible to understand a given concept from more than one angle; the meaning of any word will always be in relation to the cultural context to which that given word belongs, how, where and when it is used. Putting it simply: For those who meditate or speak more than two languages, words can potentially become detached from what they represent, turning into clearly relative references. This, in turn contributes not only to linguistic knowledge but also, and mainly, to self-knowledge.

Powered by Rock Convert

Leave a Reply

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.